Como prevenir pedra nos rins? 10 Dicas rápidas e fáceis | Dr. Eduardo Costa

como-prevenir-pedra-nos-rins

As pedras nos rins são uma condição muito comum e que podem causar uma dor intensa, vômitos e sangue na urina.

Felizmente, existem diversas maneiras de prevenir essa patologia e evitar a sua recorrência.

Mas, você sabe como fazer isso?

No artigo de hoje, vamos explicar como prevenir pedra nos rins, com 10 dicas rápidas e fáceis.

O que são as pedras nos rins?

As pedras nos rins, também conhecidas como cálculos renais ou nefrolitíase, são uma condição em que pequenas partículas sólidas se formam nos rins e se depositam.

São formadas a partir de substâncias como cálcio, oxalato e ácido úrico, que se acumulam nos rins e se cristalizam.

Estas podem migrar e impactar no ureter (ureterolitíase), gerando uma série de sintomas.

Fatores de risco

Vários fatores podem aumentar o risco de desenvolver cálculos renais. Alguns deles são:

  • Histórico familiar de pedras nos rins;
  • Idade acima dos 40 anos;
  • Homens;
  • Obesidade;
  • Dieta rica em sal e proteína animal;
  • Baixa ingestão de água;
  • Gota;
  • Doença inflamatória intestinal.

Quais são os sintomas?

Os sintomas de pedra nos rins incluem dor intensa na região lombar, dor ao urinar, micção frequente, náuseas e vômitos.

Além disso, algumas pessoas podem sentir dor abdominal e na virilha.

Se você estiver enfrentando esses sintomas, é preciso procurar ajuda médica imediatamente.

Como prevenir pedra nos rins?

Existem diversas dicas para a prevenção das pedras nos rins.

Separamos uma lista com 10 dicas rápidas e fáceis, baseadas em achados de uma revisão sistemática:

1. Beba Água Suficiente

A baixa ingesta hídrica é uma das principais causas de pedras nos rins, pois quando o corpo não recebe água suficiente, a urina se concentra, sendo capaz de levar à formação de pedras.

Sendo assim, beber água suficiente é a melhor maneira de prevenir a formação de pedras nos rins. 

Mas como prevenir pedra nos rins através da água?

Segundo a Associação Européia de Urologia, a recomendação atual é beber a quantidade de água suficiente para urinar 2,5 litros por dia (pode variar de acordo com o peso e condições de cada paciente).

2. Reduza o Consumo de Sal

O sal é um dos principais culpados pela formação de pedras nos rins.

Consumir grandes quantidades de sal ou alimentos ricos em sódio, aumenta a quantidade de sódio na urina, o que pode levar à formação de pedras.

Portanto, tente reduzir o consumo de sal em sua dieta, evitando alimentos processados (temperos e molhos prontos) e adicionando menos sal às suas refeições.

3. Coma Alimentos Ricos em Cálcio com Moderação

Embora seja verdade que o cálcio é um componente comum dos cálculos renais, isso não significa que você deva evitar alimentos ricos em cálcio completamente.

O cálcio é necessário para a saúde óssea e outros processos do corpo, portanto, é preciso obter cálcio suficiente em sua dieta.

Nesse sentido, a nossa dica de como prevenir pedra nos rins é procurar limitar a ingestão de alimentos ricos em cálcio a 1000 a 1200mg ao dia.

4. Reduza o Consumo de Proteína Animal

Consumir grandes quantidades de proteína animal, como carne e frango, pode aumentar o risco de formação de pedras nos rins, principalmente quando processados.

Este consumo favorece a formação de pedras, pois podem diminuir o pH da urina e a quantidade de citrato urinário, além de aumentar a quantidade de oxalato e ácido úrico excretados na urina.

Ou seja, para evitar esse problema, procure evitar a ingesta de proteína animal em excesso.

como prevenir pedra nos rins através da dieta
Consuma mais frutas, verduras e legumes para prevenir as pedras nos rins.

5. Consuma Mais Frutas e Vegetais

As frutas e vegetais contêm muitas vitaminas e minerais importantes, que auxiliam na prevenção das pedras nos rins.

Elas podem aumentar o pH urinário, devido ao seu conteúdo alcalino. Além disso, também são ricas em água e fibra, o que ajuda a manter o corpo hidratado e saudável.

Portanto, procure incorporar uma variedade de frutas e vegetais em sua dieta diária.

6. Limite o Consumo de Alimentos ricos em Oxalato

Outra dica para a prevenção das pedras nos rins é evitar alimentos ricos em oxalato.

Isso acontece porque esses alimentos aumentam a quantidade de oxalato na urina e aumentam o risco de formação de cálculos.

Amendoim, nozes, pimenta, espinafre, batata doce, beterraba, chocolate e chá preto contêm altas quantidades de oxalato.

Desta forma, o ideal é limitar o consumo desses alimentos para prevenir as pedras nos rins.

7. Faça Exercícios Regularmente

Manter um estilo de vida ativo pode ajudar a prevenir a formação de pedras nos rins, pois ajuda a manter o corpo saudável e hidratado.

Além disso, os exercícios ajudam no controle de diversas comorbidades (diabetes, hipertensão arterial, hipercolesterolemia). 

Procure fazer exercícios regularmente, pelo menos 30 minutos por dia, como caminhar, correr ou praticar esportes.

Esta prática é essencial para manter o cálcio nos ossos e evitar a sua excreção excessiva.

8. Controle o Peso

A obesidade pode aumentar o risco de desenvolver pedras nos rins

Quando associada a hipertensão arterial, diabetes e níveis elevados de colesterol e triglicérides, é chamada de síndrome metabólica.

Por isso, é indispensável controlar o peso através de uma dieta saudável e exercícios regulares, não somente para a prevenção de pedras nos rins, mas para a saúde como um todo.

9. Evite Alimentos ricos em Purinas

Alguns alimentos são ricos em purinas, que quando metabolizados formam o ácido úrico, que é um dos responsáveis pela formação de pedras nos rins.

Carne, frango, bacon, bebidas alcóolicas e embutidos são os principais alimentos ricos em purinas.

Desta forma, a ingesta moderada destes alimentos é fundamental para a prevenção de cálculos renais.

10. Consulte um Urologista 

Por fim, uma outra forma prevenir pedra nos rins é acompanhar com o seu médico urologista de forma regular.  

A busca ativa dos fatores acima citados, assim como uma análise laboratorial específica, são capazes de identificar múltiplas causas de formação de pedras nos rins.

Desta forma, caso você tenha pedra nos rins, não deixe de consultar o seu urologista.

Conclusão

Neste artigo explicamos como prevenir pedra nos rins.

Algumas das medidas preventivas incluem beber bastante água, seguir uma dieta saudável e equilibrada, reduzir o consumo de sal, praticar atividades físicas, entre outras.

Além disso, não deixe de consultar um médico regularmente para monitorar a saúde dos rins e identificar precocemente quaisquer problemas de saúde.

Perguntas Frequentes

Qual a quantidade de água que devo beber para prevenir pedras nos rins?

A quantidade de água que cada pessoa precisa beber varia de acordo com diversos fatores, como idade, peso e nível de atividade física. 

No geral, recomenda-se beber o suficiente para urinar 2,5 litros de água por dia para prevenir a formação de cálculos renais.

Posso prevenir pedras nos rins apenas com dieta e exercícios?

Depende.

A prevenção de cálculo renal é um processo multifatorial que envolve diversos fatores, incluindo dieta, hidratação, exercícios e acompanhamento médico regular.

Alguns pacientes possuem alterações metabólicas que devem ser tratadas com diversos medicamentos, em conjunto a dieta e exercícios.

Desta forma, seguir uma dieta saudável e fazer exercícios regularmente são fundamentais para prevenir a formação de pedras nos rins, mas em muitos casos podem não ser suficientes.

Referências

  1. Cidade de São Paulo. https://www.capital.sp.gov.br/noticia/habitos-saudaveis-ajudam-a-prevenir-calculo-renal-1
  2. National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases (NIDDK). https://www.niddk.nih.gov/health-information/urologic-diseases/kidney-stones/eating-diet-nutrition
  3. Lin, Bing-Biao et al. “Dietary and lifestyle factors for primary prevention of nephrolithiasis: a systematic review and meta-analysis.” BMC nephrology vol. 21,1 267. 11 Jul. 2020, doi:10.1186/s12882-020-01925-3

Artigo escrito por:

Dr. Eduardo Costa

Dr. Eduardo Costa

Médico Urologista. CRM: 175220-SP | RQE: 103714 Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva (Cirurgia Robótica, Videolaparoscopia e Laser)

Utilizamos cookies para tornar melhor a sua experiência em nosso site. Assim, podemos personalizar conteúdos e oferecer uma navegação mais segura. Ao continuar, você aceita o uso de cookies. Acesse nossa Política de Privacidade para saber mais