Melhor Urologista de São Paulo: Como escolher? | Dr. Eduardo Costa

Atualmente é comum procurarmos diversos profissionais na internet para a prestação de serviços.

Mas e quando se trata de saúde? Isso é válido?

Ao procurarmos sobre determinada doença ou especialista, nos depararmos com uma série de diferentes profissionais, com diversas subespecialidades e localizações.

Mas como escolher entre eles?

O objetivo deste artigo é explicar como escolher o melhor urologista de São Paulo para você.

O que faz um médico urologista?

O urologista é o médico responsável pelo tratamento e prevenção de doenças que acometem o trato urinário e o sistema reprodutivo masculino.

Para facilitar, vou explicar o que compõe os dois grupos:

  • Trato urinário

Ele é composto pelos rins, ureteres, bexiga e uretra.

As principais doenças que acometem esses órgãos são:

Infecções de urina;

– Pedra nos rins;

– Tumores (bexiga, rins, ureteres);

– Incontinência urinária.

  • Sistema reprodutivo masculino

É composto pelo pênis, testículos, vesículas seminais, ductos deferentes e próstata.

As principais doenças que acometem esses órgãos são:

– Distúrbios sexuais (disfunção erétil, ejaculação precoce e outros)

– Hiperplasia Prostática (próstata aumentada);

– Tumores (próstata, testículo e pênis);

– Infertilidade

– Fimose

– Varicocele

Além de tratar todas essas doenças, ele ainda é o responsável por realizar diferentes tipos de procedimentos nessas regiões, como por exemplo a cirurgia esterilizadora masculina (vasectomia).

melhor urologista sp
O melhor urologista é aquele que cuida de todo o sistema urinário e reprodutivo masculino de forma humana e com um bom atendimento.

Como escolher o melhor urologista?

Essa é uma questão muito subjetiva e pode variar de pessoa para pessoa.

O ideal é você sempre procurar um profissional que possa se sentir à vontade, tirar todas as suas dúvidas, realizar um exame físico completo, assim como um tratamento adequado.

Para facilitar, separei uma lista com 5 dicas de como escolher o melhor urologista.

1) Recomendações

Esta é uma das principais opções para a escolha do melhor urologista para você.

No entanto, ela só é válida caso você tenha recomendações de amigos ou colegas que indiquem um profissional, tanto pela competência técnica, como pelo bom atendimento.

Grandes profissionais geram credibilidade e confiança nas pessoas e isso reflete nas recomendações para outros pacientes.

Desta forma, caso você tenha uma recomendação de um determinado urologista, este é um ponto positivo que sempre deve ser levado em consideração.

2) Avaliações

Atualmente, existem diversas plataformas em que é possível visualizar e realizar avaliações sobre o atendimento.

A partir delas, é possível verificar a pontuação que este profissional recebe, comentários, depoimentos, entre outros tipos de avaliações que podem facilitar a escolha de determinado profissional.

É possível ainda separar por localizações e sub-regiões, caso você esteja procurando o melhor urologista de SP ou de algum bairro específico.

Assim como verificamos avaliações antes de ir a um restaurante ou hotel, também é possível avaliar isso antes de passar por um médico urologista.

3) Títulos

Além de um bom atendimento, é essencial saber as qualificações do profissional.

Desta forma, procure sempre um profissional com título de especialista em Urologia, reconhecido pela Sociedade Brasileira de Urologia e uma formação médica adequada.

É possível também verificar a subespecialidade deste profissional (uro-oncologia, cirurgia robótica, reconstrutiva e andrologia).

A consulta da especialização pode ser realizada através do site do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), procurando a identificação do RQE (registro de qualificação de especialidade).

Essas informações são essenciais e sempre devem ser levadas em consideração antes da escolha deste profissional.

4) Localização

Este fator é fundamental para as consultas presenciais.

Uma localização privilegiada e de fácil acesso, com estacionamento e segurança é primordial.

A disponibilidade de elevadores e rampas, para pessoas com limitações motoras, assim como outros recursos para necessidades especiais também devem ser levados em conta.

5) Confiança

Além de todos os outros fatores citados acima, um profissional que gera confiança é fundamental para um tratamento adequado.

Com o avanço da tecnologia, é possível ter acesso a uma série de informações como mídias sociais, sites e canais de vídeo.

A partir destas plataformas, é possível acompanhar informações sobre doenças, tratamento e o dia a dia de muitos profissionais.

Isto gera uma conexão que pode ser favorável ou não a escolha de determinados médicos, mas deve ser sempre levada em conta.

Onde encontrar um urologista perto de mim?

Eu realizo consultas presenciais no meu consultório no Jardim Paulista, em São Paulo (SP).

Ele fica localizado próximo aos bairros Jardins, Bela Vista, Pinheiros, Higienópolis e Consolação.

Para pacientes que moram em regiões mais afastadas, recomendo a consulta online ou teleconsulta.

Para contato, clique aqui.

Conclusão

Neste artigo, expliquei diversos meios de como escolher o melhor urologista de São Paulo.

É de suma importância entender que este é um conceito subjetivo e muito pessoal, desta forma todas as dicas são para auxiliar a escolha do profissional.

O ideal é que você se sinta à vontade e bem acolhido (a), independente dos fatores citados acima.

Espero que tenha ajudado vocês!

Um abraço.

Perguntas Frequentes

Quando o homem deve ir ao urologista?

Para a prevenção, o homem deve procurar o urologista aos 40 anos, caso tenha histórico familiar de câncer de próstata e, aos 50 anos, se não houver histórico.

No entanto, ele deve procurar o urologista em qualquer idade, caso apresente qualquer tipo de alteração no trato urinário (rins, bexiga, uretra) ou no sistema reprodutivo masculino (pênis, testículos, próstata).

O que se faz na consulta com urologista?

A consulta com o urologista é dividida em anamnese, exame físico e solicitação de exames complementares.

A anamnese corresponde a uma conversa longa e detalhada sobre diversos aspectos da saúde urinária e sexual, sintomas, histórico do paciente, antecedentes e comorbidades.

O exame físico completo é realizado com foco na queixa do paciente e pode incluir um exame abdominal, genital e anal (somente se autorizado pelo paciente).

Por fim, os exames complementares são solicitados de acordo com cada caso e pode incluir um exame de sangue completo, urina, ultrassonografia, tomografia, uretrocistografia, estudo urodinâmico e até uma cistoscopia.

Referências

  1. ICNetwork. https://www.ic-network.com/10-tips-for-finding-a-good-urologist/
  2. Sociedade Brasileira de Urologia. https://portaldaurologia.org.br/

Artigo escrito por:

Dr. Eduardo Costa

Dr. Eduardo Costa

Médico Urologista. CRM: 175220-SP | RQE: 103714 Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva (Cirurgia Robótica, Videolaparoscopia e Laser)

Utilizamos cookies para tornar melhor a sua experiência em nosso site. Assim, podemos personalizar conteúdos e oferecer uma navegação mais segura. Ao continuar, você aceita o uso de cookies. Acesse nossa Política de Privacidade para saber mais