5 dicas para você retardar a ejaculação | Dr. Eduardo Costa

homem feliz que conseguiu retardar a ejaculacao

Retardar a ejaculação é o sonho de muitos homens que sofrem com a ejaculação precoce.

Esta patologia acomete milhares de homens, de todas as idades e causa um desconforto significativo na vida de muitos casais.

Existem diversas medidas e tratamentos que podem ser empregadas para reverter esta situação.

O objetivo deste artigo é explicar 5 dicas para você retardar a ejaculação.

Qual é a média de tempo que um homem ejacula?

O tempo médio é de 2 a 4 minutos após o início da penetração.

Este é um valor que impressiona muitas pessoas, que acreditam que o normal é ter relações de trinta minutos.

Esta ideia fictícia é provinda de conteúdos que não condizem com a realidade.

Quando a ejaculação ocorre antes deste intervalo de tempo, é considerada ejaculação precoce.

E como retardar a ejaculação?

Existem diversos tipos de tratamentos e remédios para a ejaculação precoce.

No entanto, o foco deste artigo será explicar as principais dicas para retardar a ejaculação.

5 dicas para você retardar a ejaculação

1) Masturbação

A primeira dica é a masturbação.

Homens que praticam a masturbação, algumas horas antes da relação, podem demorar mais tempo para ejacular.

Isso se deve a diminuição da excitação, ansiedade e da sensibilidade local.

É válido lembrar que ela não deve ser realizada imediatamente antes de uma relação.

Nestes casos, pode ocorrer uma ereção fraca, devido ao período de latência normal do homem após a ejaculação.

2) Alternar posições

A troca de posições durante a relação apresenta diversos benefícios.

Existem posições que os homens apresentam maior sensibilidade e tendem a ejacular mais rápido. Elas são extremamente individuais e variam de acordo com cada homem.

E essa informação é de extrema importância, pois pode ser usada a seu favor.

Alternar posições em que você possui mais ou menos sensibilidade é crucial para aumentar o tempo de relação.

É recomendado iniciar a relação em posições em que há uma menor sensibilidade e depois alternar para as posições mais sensíveis, que provavelmente vão resultar em uma ejaculação.

É importante lembrar que alternar posições ao longo da relação é saudável e também pode ser benéfico, pois há um curto intervalo de tempo em que não ocorre a penetração, auxiliando a prolongar o tempo para ejacular.

3) Alternar o ritmo

Alternar o ritmo ou a velocidade da penetração e da masturbação é uma técnica que pode prolongar o tempo até a ejaculação.

E essa técnica é extremamente simples, mas deve ser realizada em ambientes tranquilos e confortáveis, sem um tempo limitado.

Quando o homem está no pico de excitação, é natural que a velocidade de penetração aumente, até atingir a ejaculação.

No entanto, durante a relação é importante alternar a velocidade, com frequências mais altas e mais baixas, além de trocar de posições, como mencionado anteriormente.

Outra técnica simples, mas que pode beneficiar alguns homens, envolve diminuir o ritmo ou parar a penetração quando o homem sente que está se aproximando do pico excitatório.

Urologista Particular em São Paulo, Dr. Eduardo Costa
Existem diversas medidas simples que podem retardar a ejaculação e prolongar a sua relação.

4) Preservativos

O uso de preservativos também pode aumentar o tempo até a ejaculação.

Isso ocorre principalmente pela alteração de sensibilidade no pênis.

Este método também apresenta a vantagem de ser um método anticoncepcional e que protege contra as infecções sexualmente transmissíveis.

No entanto, alguns homens podem não se adaptar e/ou não sentir melhora do tempo para ejacular.

Isso é extremamente individual, varia de acordo com cada homem, mas deve sempre ser uma opção.

5) Praticar atividade física aeróbica

A atividade física aeróbica é fundamental não somente para retardar a ejaculação, mas também para a saúde cardiovascular.

Dentre as atividades físicas aeróbicas, destacam-se:

– Caminhadas e corridas;

– Ciclismo;

– Esportes (futebol, vôlei, tênis, natação);

– Danças;

– Artes marciais.

Esta prática auxilia no tratamento de diversas alterações metabólicas (pressão alta, diabetes, colesterol alto) e também age liberando uma série de endorfinas, que promovem a sensação de bem estar.

Isso acarreta uma redução nos níveis de stress e ansiedade, que podem estar envolvidos no menor tempo de ejaculação.

De acordo com um ensaio clínico randomizado, publicado na revista Andrologia, a prática de atividade física acima de 30 minutos, realizada 5 vezes na semana, prolonga o tempo até a ejaculação.

Ou seja, a prática de atividade física deve ser constante e regrada, de preferência associada a outros hábitos de vida saudáveis como uma alimentação e sono adequados.

Ainda estou ejaculando muito rápido: O que fazer?

Se você está com uma ejaculação rápida e desconforto nas relações, o ideal é procurar um médico urologista.

Este é o profissional responsável pela investigação das causas e pelo tratamento adequado.

Existem diversos tipos de tratamentos que podem variar desde alterações no estilo de vida, medicamentos, psicoterapia e até pomadas.

A ejaculação rápida é uma alteração muito comum nos homens e possui tratamento.

Realizo a investigação e tratamento de alterações na ejaculação, no meu consultório particular.

Para entrar em contato clique aqui ou no símbolo de whatsapp ao lado.

Conclusão

Neste artigo, explicamos as cinco principais dicas para retardar a ejaculação.

São medidas simples que podem ser empregadas com facilidade e prolongar o tempo das relações.

Caso estas dicas não sejam suficientes, procure sempre um médico urologista para realizar o tratamento e acompanhamento adequados.

Espero que eu tenha ajudado vocês!

Um abraço.

Perguntas frequentes

Ansiedade pode causar ejaculação precoce?

Sim. Existem diversas causas para a ejaculação precoce, dentre elas a ansiedade, hipersensibilidade no pênis e a disfunção de receptores de serotonina.

Como controlar a ejaculação precoce?

O controle da ejaculação precoce é realizado através:
– Avaliação com médico urologista;
– Uso de medicamentos;
– Uso de pomadas anestésicas locais;
– Psicoterapia;
– Mudança de hábitos.

Referências

  1. Francischi, Fábio Barros de et al. “Premature ejaculation: is there an efficient therapy?.” Einstein (Sao Paulo, Brazil) vol. 9,4 (2011): 545-9. doi:10.1590/S1679-45082011RB1929
  2. Kilinc, M F et al. “Impact of physical activity on patient self-reported outcomes of lifelong premature ejaculation patients: Results of a prospective, randomised, sham-controlled trial.” Andrologia vol. 50,1 (2018): 10.1111/and.12799. doi:10.1111/and.12799
  3. Ministério da Saúde. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_sexual_reprodutiva_homens_cuidado.pdf

Artigo escrito por:

Dr. Eduardo Costa

Dr. Eduardo Costa

Médico Urologista. CRM: 175220-SP | RQE: 103714 Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva (Cirurgia Robótica, Videolaparoscopia e Laser)

Utilizamos cookies para tornar melhor a sua experiência em nosso site. Assim, podemos personalizar conteúdos e oferecer uma navegação mais segura. Ao continuar, você aceita o uso de cookies. Acesse nossa Política de Privacidade para saber mais