10 sintomas da andropausa, a “menopausa do homem” | Dr. Eduardo Costa

homem com calor devido a andropausa menopausa do homem

Diferente do que muitos pensam, não são apenas as mulheres que apresentam a “menopausa”.

A andropausa, popularmente conhecida como a menopausa do homem, é uma condição que afeta milhares de homens tanto na parte física quanto psicológica.

Desta forma, o objetivo deste artigo é explicar sobre os dez principais sintomas da andropausa, para que você reconheça se está nessa fase.

O que é a andropausa masculina? É igual a menopausa?

É um termo utilizado para descrever a queda da testosterona associada a sintomas que pode ocorrer nos homens devido ao processo de envelhecimento.

O termo correto seria distúrbio androgênico do envelhecimento masculino (DAEM).

A andropausa apresenta diferenças significativas quando comparada a menopausa das mulheres.

A diminuição dos níveis da testosterona ocorre de forma gradual e não abrupta como é a queda hormonal das mulheres na menopausa.

Além disso, a prevalência de sintomas da andropausa físicos ou psicológicos ocorre em uma minoria dos homens, atingindo em torno de 2.1 a 5.7% de homens dos 40 aos 79 anos.

Este valor é extremamente menor que a prevalência de sintomas da menopausa nas mulheres.

Qual é a idade que a andropausa acontece?

A andropausa pode ocorrer desde os 40 aos 80 anos de idade.

Observou-se que a queda da testosterona livre é de 1.3% ao ano após os 40 anos.

No entanto, é importante lembrar que essa diminuição hormonal não necessariamente condiz com o surgimento dos sintomas.

Na verdade, a presença destes sintomas está muito mais relacionada aos seguintes fatores:

  • Sedentarismo;
  • Obesidade;
  • Diabetes;
  • Síndrome metabólica;
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica;
  • Insuficiência renal;
  • Tumores.

Pacientes com estas condições apresentam uma incidência muito maior de sintomas do que indivíduos sem comorbidades.

Como saber se estou na andropausa?

Para saber se o homem já entrou no período da andropausa, é necessário:

  • Verificar a presença de sintomas da andropausa;
  • Realizar uma investigação hormonal completa;
  • Passar em consulta com o médico urologista ou andrologista.

A partir dessas informações e de uma boa anamnese clínica, é possível diagnosticar a andropausa masculina.

Qual exame detecta a andropausa no homem?

A avaliação hormonal completa é o exame de escolha para identificar a andropausa.

Ela engloba:

  • FSH e LH;
  • Testosterona total e livre;
  • Prolactina;
  • Estradiol;
  • SHBG.

Quando o homem apresenta dois resultados com a testosterona menor que 300 (coletados pela manhã), associado a sintomas, considera-se hipogonadismo.

Este hipogonadismo pode ser central, devido a alterações no hipotálamo ou hipófise, ou periférico, devido a falência testicular.

Para diferenciar estes tipos de hipogonadismo, é necessário coletar o exame de FSH e LH.

Além deles, são solicitados exames de sangue gerais com avaliação do PSA, colesterol, glicemia, função dos rins e do fígado, além de exames de imagem de rotina.

No entanto, para que o homem seja diagnosticado na andropausa, ele deve apresentar queda dos níveis da testosterona associados a sintomas específicos.

10 sintomas da andropausa para se atentar

A seguir, separamos os principais sintomas que podem indicar o início de uma andropausa.

É fundamental saber que estes sintomas podem ocorrer em qualquer homem, de forma transitória e branda e apresenta maior prevalência com o passar dos anos.

Existem também diversas doenças que podem manifestar esses sintomas, por isso é fundamental consultar um médico urologista antes de iniciar qualquer tipo de tratamento para a andropausa.

1. Cansaço

Este é um dos principais sintomas relatados pelos homens.

Infelizmente ele é muito negligenciado, pois associamos o cansaço ao trabalho e atividades realizadas no nosso cotidiano, cuidar dos filhos e preocupações financeiras.

No entanto, uma fadiga intensa, não associada a esforços físicos deve sempre ser investigada.

homem na andropausa com cansaço e sono
O cansaço, sonolência e a perda do ânimo destacam-se entre os principais sintomas da andropausa masculina.

2. Sonolência

É comum observarmos uma maior sonolência neste período.

Homens que não dormiam durante o dia, iniciam cochilos diurnos e também verificamos que eles vão se deitar em um horário mais cedo do que o habitual.

Este sintoma, associado a outros que relataremos a seguir, diminuem de forma intensa o vigor do homem.

3. Perda do apetite sexual

A diminuição do desejo sexual, seja para ter relações ou para a própria masturbação, é outro sinal extremamente importante para identificarmos a andropausa.

Esta é uma queixa que perturba muito os homens e pode ou não estar associada a dificuldades para obter uma ereção.

A perda da libido gera uma frustração enorme para os homens e uma diminuição significativa da autoestima, além de poder causar até problemas no relacionamento.

4. Disfunção erétil

A dificuldade para iniciar ou manter uma ereção satisfatória para uma relação sexual ou masturbação também é um sinal extremamente importante da andropausa.

Normalmente, este é o sintoma que faz com que os homens procurem ajuda médica.

No entanto, muitos homens acreditam que a perda da ereção seja somente devido a idade, não passando no urologista ou avaliando a sua parte hormonal.

Isso posterga muito o diagnóstico e o tratamento desta condição.

5. Perda de massa muscular

Devido a queda da testosterona, há uma diminuição da massa muscular magra concomitante.

Alguns homens podem observar diminuição dos músculos, assim como redução da força para atividades cotidianas.

Este é um fator crucial para se atentar, pois essa perda muscular associa-se a maior chance de desenvolver osteopenia e osteoporose.

Isso predispõe a quedas e fraturas ósseas, levando a consequências extremamente graves.

6. Acúmulo de gordura

A perda de massa muscular magra e acúmulo de gordura são fatores essenciais que alteram a composição corporal do homem nessa fase.

Isso pode prejudicar tanto a prática e desempenho de atividades físicas, quanto a autoestima, devido a mudanças estéticas corporais.

7. Alterações psicológicas

Também são observadas mudanças no humor e no comportamento neste período.

É frequente nos depararmos com uma maior irritabilidade e menor paciência diante de situações corriqueiras.

Além dessas alterações, podem surgir ou exacerbar certas condições psiquiátricas, como a ansiedade e a depressão.

8. Queda de cabelo

Devido a queda hormonal, ocorre uma diminuição de pelos no corpo do homem.

Este pode ser observado através da menor pelagem nos braços, barba e também no cabelo.

Nessa fase, pode ocorrer uma maior queda capilar e acarretar na calvície.

9. Perda da memória

A perda de concentração e a dificuldade para memorizar certos eventos ocorrem na andropausa.

Este é mais perceptível por familiares e pode atrapalhar tanto a vida social, quanto laborativa do homem.

10. Diminuição da energia

É comum observarmos homens mais desanimados que relatam uma diminuição da energia vital para a realização de atividades cotidianas e prazerosas.

Esta é uma queixa que pode ser confundida com quadros depressivos, onde o homem não sente mais ânimo em realizar atividades que antes o proporcionavam prazer.

Qual é o tratamento para a andropausa?

O tratamento envolve mudanças no estilo de vida, reposição hormonal de testosterona e acompanhamento com o médico urologista.

Esta reposição de testosterona pode ser realizada através de diferentes vias:

  • Testosterona em gel;
  • Injeções;
  • Pellets.

Existem diversos tipos de testosterona com características distintas que devem ser discutidas com o seu médico antes de iniciar o uso.

Onde tratar a andropausa do homem?

Eu realizo a investigação e tratamento desta condição no meu consultório, localizado no Jardim Paulista, São Paulo -SP.

Para entrar em contato clique aqui ou no símbolo de WhatsApp ao lado.

Conclusão

Neste artigo, explicamos os dez principais sintomas da andropausa no homem, para você reconhecer se está entrando nessa fase.

Esta condição é pode diminuir drasticamente a qualidade de vida, sendo essencial o seu tratamento.

Espero que tenham gostado do artigo!

Um abraço.

Perguntas frequentes

Como é o calor da andropausa?

As ondas de calor na andropausa podem se manifestar como uma vermelhidão na face e no tronco, associado a sudorese intensa que dura poucos minutos.

No entanto, a prevalência deste sintoma na andropausa é muito menor do que os fogachos da menopausa da mulher.

Quanto tempo dura a andropausa nos homens?

Este é um período que se inicia normalmente a partir dos 40 anos até os 80 anos de idade.

Referências

  1. Wu, Frederick C W et al. “Identification of late-onset hypogonadism in middle-aged and elderly men.” The New England journal of medicine vol. 363,2 (2010): 123-35. doi:10.1056/NEJMoa0911101
  2. Wu, F.C., et al. Hypothalamic-pituitary-testicular axis disruptions in older men are differentially linked to age and modifiable risk factors: the European Male Aging Study. J Clin Endocrinol Metab, 2008. 93: 2737.
  3. Sociedade Brasileira de Urologia.
  4. Manual MSD.

Artigo escrito por:

Picture of Dr. Eduardo Costa

Dr. Eduardo Costa

Médico Urologista. CRM: 175220-SP | RQE: 103714 Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva (Cirurgia Robótica, Videolaparoscopia e Laser)

Utilizamos cookies para tornar melhor a sua experiência em nosso site. Assim, podemos personalizar conteúdos e oferecer uma navegação mais segura. Ao continuar, você aceita o uso de cookies. Acesse nossa Política de Privacidade para saber mais