Cirurgia de Fimose: Indicações, recuperação e cuidados | Dr. Eduardo Costa

cirurgia de fimose em sp

A fimose é a dificuldade ou impossibilidade de expor a glande (cabeça do pênis).

Isto pode causar uma série de prejuízos ao homem, devido ao acúmulo de secreções nessa região.

É uma condição com alta prevalência tanto em crianças quanto em adultos.

Em alguns casos, não se resolve espontaneamente, sendo necessária a cirurgia, chamada postectomia.

O objetivo deste artigo é explicar o que é este procedimento, suas indicações, cuidados pós operatórios, ou seja, tudo o que você precisa saber antes de realizar a sua cirurgia de fimose em São Paulo (SP).

O que é a fimose?

É a dificuldade ou impossibilidade de expor a glande (cabeça do pênis), seja devido a um estreitamento da pele ou por um anel fibroso.

Muitos pacientes apresentam somente excesso de pele que encobre a glande, porém conseguem a expor normalmente, sem dificuldade.

Esta última condição é chamada de excesso de prepúcio.

Tipos

Ela apresenta basicamente dois tipos: primária (fisiológica) e secundária.

A fimose primária ou fisiológica é considerada normal e ocorre na maioria das crianças nos primeiros meses ou anos de vida. Apresenta resolução espontânea e não exige tratamento.

No entanto, a fimose secundária não é considerada normal.

Ela pode surgir em qualquer idade e é secundária a traumas, inflamações ou infecções locais, exigindo tratamento.

Sintomas

  • Dificuldade ou impossibilidade de expor a glande (cabeça do pênis).
  • Dor durante a ereção
  • Desconforto ao urinar
  • Dificuldade para lavar o pênis
  • Infecções
  • Sangramento
  • Assaduras e feridas no pênis

Vale lembrar que, na maioria dos casos, a única queixa do homem é a dificuldade em expor a glande.

Diagnóstico

O diagnóstico é confirmado através do exame físico realizado por um médico urologista, não sendo necessário exames complementares.

Tratamento

A fimose primária (fisiológica) é muito comum em crianças e não demanda tratamento, somente acompanhamento médico e orientações.

No entanto, caso o paciente apresente fimose persistente, alguns tratamentos podem ser realizados.

Na fimose infantil, o uso de pomadas a base de corticoide pode ser uma opção.

Caso seja refratário ao uso da pomada, o tratamento cirúrgico (postectomia) é indicado.

Indicações para Cirurgia de Fimose

– Dificuldade para expor a glande e realizar a higienização adequada

– Dor durante a ereção

– Infecções locais de repetição

– Excesso de prepúcio

– Circuncisão religiosa

Como é feita?

Este procedimento é realizado em centro cirúrgico com sedação e anestesia local.

Inicialmente, é feita uma limpeza local (antissepsia) para diminuir o risco de infecções, seguida da colocação de campos cirúrgicos estéreis.

É realizada a ressecção do frênulo peniano com a exposição da glande.

Após isso, são feitas duas incisões (cortes) para remover o excesso de pele e o anel fimótico, seguida da coagulação e realização de pontos absorvíveis.

Após o término da cirurgia, realiza-se um curativo que será mantido por 24 horas.

O paciente é encaminhado para recuperação da anestesia e, em seguida, ao quarto, onde permanecerá até se alimentar, andar e se sentir confortável para ir de alta.

cirurgia de fimose antes e depois
lustração de um pênis antes e depois da cirurgia de fimose.

É valido lembrar que cada caso é individual e esta é somente uma foto lúdica, a fim de representar a retirada do excesso de prepúcio e do anel fimótico.

Existem diversos tipos, graus e particularidades de cada caso. Desta forma, os resultados podem variar e não necessariamente condizem com a ilustração acima.

Vantagens

– Melhor higienização local

– Menor risco de desenvolvimento de câncer de pênis

– Menor risco de infecções

– Menor risco de IST’s (infecções sexualmente transmissíveis)

– Maior conforto na relação sexual

Preparo pré operatório

– Coletar os exames pré operatórios (exame de sangue, radiografia de tórax e eletrocardiograma) e complementares (caso haja indicação pelo anestesista ou cardiologista);

– Evitar tração ou manipulação excessiva do pênis;

– Não aplicar produtos no pênis nos dias que antecedem a cirurgia.

Recuperação

A recuperação é tranquila, sendo comum sentir um desconforto local, geralmente resolvido com o uso de analgésicos e anti-inflamatórios, prescritos após a cirurgia.

Pode ocorrer um discreto inchaço na cabeça do pênis e na pele ao redor, com discreta saída de secreção local.  Isso é considerado normal e não exige medidas invasivas.

Os pontos dados são absorvíveis, mas podem incomodar quando entram em contato com uma cueca apertada.

Desta forma, existem alguns cuidados recomendados ao paciente para que sua recuperação seja mais tranquila e precoce.

Cuidados pós operatórios

– Utilizar os medicamentos prescritos por seu médico;

– Passar a pomada prescrita por seu médico;

– Utilizar cuecas largas (samba canção) que evitem o contato dos pontos com a cueca;

– Lavar e secar bem a região dos pontos;

– Não realizar atividades físicas intensas;

– Não realizar masturbação ou relações sexuais até a liberação médica;

– Avisar seu médico, caso haja qualquer dúvida.

Complicações

– Infecção;

– Abertura dos pontos;

– Sangramento;

– Hematoma;

– Recidiva

Vale lembrar que esta é uma cirurgia de pequeno porte, assim como a cirurgia de vasectomia, apresentando baixa taxa de complicações.

Qual o preço da cirurgia de fimose em SP?

O valor da cirurgia de fimose varia de acordo com cada equipe médica e do hospital em que o procedimento será realizado.

Os convênios médicos costumam reembolsar os honorários médicos parcial ou totalmente.

Caso tenha interesse em saber mais sobre o procedimento, entre em contato clicando no símbolo de whatsapp ao lado.

Onde fazer?

Realizo procedimentos cirúrgicos nos principais hospitais de São Paulo (SP), sob anestesia e sedação, junto com minha equipe, a fim de proporcionar conforto e melhor recuperação ao paciente.

Estamos à disposição para receber você em meu consultório.

Ele fica localizado no Jardim Paulista em São Paulo, próximo aos bairros: Jardins, Bela Vista, Pinheiros, Higienópolis e Consolação.

Para contato, clique aqui.

Conclusão

Neste artigo explicamos tudo sobre a cirurgia de fimose: suas indicações, o preparo pré operatório, as complicações cirúrgicas, a recuperação e os cuidados pós operatórios.

Espero que vocês tenham gostado do artigo!

Um abraço.

Perguntas Frequentes

A cirurgia de fimose diminui o tamanho do pênis?

Não. Isso é um mito!

Este procedimento somente retira o anel fimótico (que impede a exposição da glande) e o excesso de pele (prepúcio) da região.
Desta forma, não causa disfunção erétil e também não influencia no tamanho, calibre ou no desejo masculino.

Inclusive, segundo um estudo científico recente, publicado na revista internacional Sexual Medicine, a maioria dos homens se sentem mais confortáveis para ter relações sexuais após este procedimento.

O que acontece se eu não operar a fimose?

Podem ocorrer uma série de consequências como infecções locais, parafimose, má higiene local com odor, maior risco de câncer de pênis, desconforto na relação sexual, dentre outras.

Referências

  1. Ministério da Saúde. https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-de-a-a-z/f/fimose
  2. Czajkowski, Mateusz et al. “Male Circumcision Due to Phimosis as the Procedure That Is Not Only Relieving Clinical Symptoms of Phimosis But Also Improves the Quality of Sexual Life.” Sexual medicine vol. 9,2 (2021): 100315. doi:10.1016/j.esxm.2020.100315
  3. Mayo Clinic. https://www.mayoclinic.org/tests-procedures/circumcision/about/pac-20393550

Artigo escrito por:

Dr. Eduardo Costa

Dr. Eduardo Costa

Médico Urologista. CRM: 175220-SP | RQE: 103714 Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva (Cirurgia Robótica, Videolaparoscopia e Laser)

Utilizamos cookies para tornar melhor a sua experiência em nosso site. Assim, podemos personalizar conteúdos e oferecer uma navegação mais segura. Ao continuar, você aceita o uso de cookies. Acesse nossa Política de Privacidade para saber mais