Postectomia: Conheça a cirurgia e cuidados no pós operatório | Dr. Eduardo Costa

postectomia-cirurgia

A postectomia é uma cirurgia realizada de forma rotineira por médicos urologistas de todo o mundo.

É um procedimento simples e rápido, mas que possui alguns detalhes que devem ser seguidos para o melhor resultado cirúrgico.

Desta forma, o objetivo deste artigo é explicar o que é a cirurgia de postectomia, como ela é feita, assim como as suas indicações, recuperação e cuidados no pós operatório.

O que é postectomia?

É a cirurgia de circuncisão ou correção da fimose.

Consiste em um procedimento de retirada do anel da fimose que impede a exposição da cabeça do pênis, assim como a ressecção do freio do pênis e do excesso de pele (prepúcio).

Pode ser realizada em crianças ou adultos.

É uma cirurgia simples, realizada de forma rotineira em crianças que não conseguem expor a cabeça do pênis.

Também é realizada com frequência em adultos que não operaram durante a infância ou que desenvolveram a fimose mais tardiamente.

Existem diversas técnicas cirúrgicas que apresentam resultados semelhantes.

A escolha deve se basear na maior experiência do cirurgião.

cirurgia-de-postectomia-antes-e-depois
Antes e depois de uma cirurgia de postectomia com a técnica clássica.

Indicações

Esse procedimento é indicado para pacientes:

  • Dificuldade para expor a glande;
  • Impossibilidade de higiene adequada;
  • Dor ou desconforto na ereção ou relação;
  • Balanopostites de repetição (infecções locais);
  • Estética peniana;
  • Motivos religiosos.

Contraindicações

Esta cirurgia não deve ser realizada em vigência de:

  • Infecções ativas;
  • Alterações de coagulação;
  • Parafimose;
  • Hipospádia não tratada.

Benefícios

Esta cirurgia apresenta diversas vantagens e benefícios, sendo a principal uma melhor higiene íntima e um menor risco de:

  • Infecções sexualmente transmissíveis;
  • Câncer de pênis;
  • Balanopostites;
  • Desconfortos nas relações.

Preparo

Antes do procedimento é essencial realizar:

  • Jejum de 8 horas (quando realizada sob sedação);
  • Exames pré operatórios (sangue, eletrocardiograma e radiografia de tórax);
  • Avaliação do anestesista (ou cardiologista, se necessário);
  • Não é necessária a depilação.

Anestesia

A anestesia realizada é a sedação e bloqueio periférico do pênis.

O paciente estará dormindo e monitorizado durante todo o procedimento, sem dor ou desconforto.

Como é feita?

Este procedimento é realizado em centro cirúrgico, da seguinte forma: 

  • Sedação e anestesia local do pênis;
  • Limpeza local (antissepsia) e colocação de campos cirúrgicos estéreis;
  • Ressecção do freio do pênis;
  • Ressecção do anel fimótico e do excesso de pele;
  • Pontos absorvíveis;
  • Pomada antibiótica;
  • Curativo local.

Após o procedimento, o paciente é encaminhado ao repouso pós anestésico. 

Quando bem acordado ele irá comer, beber água e estará de alta com medicamentos analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos (se necessário).

Quais os riscos de uma postectomia?

Dentre os riscos e complicações, destacam-se:

  • Sangramento;
  • Infecção;
  • Lesão de uretra;
  • Insuficiência ou excesso de prepúcio retirado;
  • Aderências;
  • Estenose de meato uretral.

É importante lembrar que este é um procedimento simples de baixa complexidade, realizado diariamente por médicos urologistas, com baixas taxas de complicações.

Recuperação

O tempo de recuperação após o procedimento é de 7 a 14 dias.

Este período pode variar de acordo com cada paciente, caso os pontos se soltem antes ou haja alguma infecção.

O curativo deve permanecer no pênis por 24 horas e ser removido de acordo com as orientações do médico urologista.

É normal ocorrer no pós operatório:

  • Discretos sangramentos no local dos pontos e no curativo;
  • Desconforto no local dos pontos;
  • Coceira;
  • Inchaço no pênis;
  • Vermelhidão.

Todas essas alterações são esperadas e tendem a regredir com o tempo.

No entanto, é fundamental seguir os cuidados no pós operatório para evitar maiores complicações.

Cicatriz

A cicatriz é discreta e se localiza no prepúcio abaixo da coroa da glande.

Os pontos são absorvíveis e costumam soltar de 7 a 14 dias após a cirurgia.

Caso os pontos soltem antes deste período, seja por infecções ou ereções involuntárias, o processo de cicatrização pode demorar um pouco mais.

Quando realizada com a técnica cirúrgica adequada, a cicatriz é pequena e imperceptível.

Como esta é uma área que normalmente as pessoas não expõem ao sol, a cicatriz ao longo do tempo fica clara e plana.

Cuidados no pós operatório

Existem múltiplos cuidados essenciais que o paciente e/ou familiares devem tomar após a cirurgia, sendo os principais:

  • Retirar o curativo após 24 horas durante banho morno, com delicadeza;
  • Lavar com água e sabonete neutro a ferida operatória e secar adequadamente;
  • Aplicar a pomada prescrita;
  • Utilizar cuecas soltas, que não apertem o pênis;
  • Não realizar esforço físico ou esportes de contato;
  • Abstinência sexual até liberação médica (15 a 30 dias);
  • Informar o médico sobre dores, sangramentos, febre e outras alterações.

Onde fazer postectomia?

Realizo a cirurgia nos principais hospitais de São Paulo (SP), junto com minha equipe.

Estamos à disposição para receber você em meu consultório.

Ele fica localizado no Jardim Paulista em São Paulo, próximo aos bairros: Jardins, Bela Vista, Pinheiros, Higienópolis e Consolação.

Para entrar em contato, clique aqui ou no símbolo de WhatsApp ao lado.

Qual o valor da postectomia?

O preço varia de R$5.000 a R$8.000.

Este procedimento pode ser coberto de forma parcial ou total pelo convênio.

Os valores também variam de acordo com o hospital, localização e equipe médica.

Conclusão

Neste artigo, explicamos o que é a cirurgia de postectomia, suas indicações, como ela é feita, recuperação e cuidados essenciais no pós operatório.

Esta é uma cirurgia simples, realizada de forma rotineira por urologistas.

Espero que tenham gostado do artigo.

Abraço!

Perguntas frequentes

O que muda depois da postectomia?

A cabeça do pênis ficará exposta e não haverá dificuldade para realizar a sua higiene.

Não ocorre alteração de sensibilidade, prazer, orgasmo ou ereção.

Esta é uma cirurgia superficial que não envolve a inervação do pênis e também não altera a parte hormonal.

Qual a diferença entre fimose e postectomia?

Fimose é a dificuldade ou impossibilidade de expor a glande (cabeça do pênis).

Postectomia é a cirurgia para a correção desta alteração.

Referências

  1. Cleveland clinic. https://my.clevelandclinic.org/health/procedures/circumcision
  2. Prabhakaran, Swetha et al. “Circumcision in the paediatric patient: A review of indications, technique and complications.” Journal of paediatrics and child health vol. 54,12 (2018): 1299-1307. doi:10.1111/jpc.14206
  3. Talini, Carolina et al. “Circumcision: postoperative complications that required reoperation.” Einstein (Sao Paulo, Brazil) vol. 16,3 (2018): eAO4241. doi:10.1590/s1679-45082018ao4241

Artigo escrito por:

Dr. Eduardo Costa

Dr. Eduardo Costa

Médico Urologista. CRM: 175220-SP | RQE: 103714 Especialista em Cirurgia Minimamente Invasiva (Cirurgia Robótica, Videolaparoscopia e Laser)

Utilizamos cookies para tornar melhor a sua experiência em nosso site. Assim, podemos personalizar conteúdos e oferecer uma navegação mais segura. Ao continuar, você aceita o uso de cookies. Acesse nossa Política de Privacidade para saber mais